FISICO DE TEATRO.jpg

A Cia. Físico de Teatro foi fundada em 2007 pelo diretor e ator Renato Livera e a diretora e atriz Camila Gama. A primeira encenação foi “Felizes para Sempre” de Mário Bortolotto, com direção de Renato Livera. Viajou com a montagem para importantes eventos teatrais como: a "Mostra Cariri das Artes" (CE), "Festival Palco Giratório" (RS). Apresentou-se no "Clube do Teatro" (RJ), na ocupação do teatro Gláucio Gill e na ocupação do teatro Glauce Rocha (JUNTO), além da Escola Sesc (RJ) nos "Projeto Aldeyas" e "Escola vai ao Teatro".

 

Em 2010 a Cia. dá continuidade à pesquisa cênica e realiza a montagem do espetáculo Savana Glacial, construído em parceria com o dramaturgo brasileiro Jô Bilac. Sucesso de crítica e público nas temporadas do Rio de janeiro e São Paulo, recebeu o PRÊMIO SHELL 2010 de Melhor Dramaturgia, foi indicado ao Prêmio APTR também na mesma categoria e eleito um dos dez melhores espetáculos do ano pelo Jornal O Globo e um dos melhores de 2011 pelo Guia da Folha de São Paulo. Em 2012 estreia Fã-Clube, com texto de Keli Freitas e em 2014 o espetáculo “Temporada de Verão”, de Sandro Pamponet e Jô Bilac.

 

A Cia. participou dos principais festivais e eventos de teatro do país, entre eles: Festival de Curitiba (PR) / Mostra Teatro na Contramão do Teatro Escola SESC (RJ) / 1º Festival Ibero Americano de Santos – MIRADA (SP) /  Circuito SESC Rio / Festival Internacional de Angra – FITA (RJ) / Circuito SESC São Paulo / FIT São José do Rio Preto (SP) / Festival Nacional de Recife (CE) / Festival Palco Giratório SESC Sul (RS) / Festival de Inverno do Rio de Janeiro / Festival Internacional de Londrina (PR) / Festival Nacional de Juiz de Fora (MG) / Festival Internacional de Teatro Goiânia em Cena (GO) / Projeto Vértice (PB) / Circuito Estadual das Artes (RJ), X-TUDO Cultural SESI (RJ) / Circuito SESI (SP) e Mostra de Teatro de Presidente Prudente (SP).

 

 

JORNAL BARRA.jpg
PALCO GIRATORIO.jpg
SAVANA GLACIAL.jpg

O teatro experimental pode ser popular e ao mesmo tempo uma experiência marcante, singular. O gênero estimula a potencialidade criativa e a visão crítica. Em Savana Glacial, um casal recém-chegado ao novo apartamento busca voltar à rotina após um grave acidente envolvendo a mulher e uma suposta criança. Ele é Michel, um escritor às voltas com um drama teatral pela primeira vez. Meg, a esposa, tenta se lembrar do que aconteceu ao suposto filho, mas em razão do trauma perde a memória recente. Michel exige que ela mantenha sempre em mãos um caderno para anotar o que é importante. Surge Agatha, a vizinha maquiadora de noivas e defuntos. Ela invade a vida do casal, lê as anotações de Meg e adiciona novas versões aos fatos. Com irreverência, bom humor e uma boa dose de mistério, a peça ganhou o Prêmio Shell carioca em 2010 por melhor texto e foi eleito um dos dez melhores espetáculos do ano, pelo jornal “O Globo” e de 2011 pelo Guia da Folha de São Paulo.

FICHA TÉCNICA SAVANA GLACIAL

 

Direção

RENATO CARRERA   

Dramaturgia

JÔ BILAC   

Atuação  

ANDREZA BITTENCOURT, CAMILA GAMA,

          DIOGO CARDOSO, RENATO LIVERA       

Iluminação 

RENATO MACHADO  

Cenário 

MARIANA NUNES  

Figurino 

FLAVIO DE SOUZA  

Trilha Sonora original 

JAMBA  

Direção de produção 

CAMILA GAMA  

Realização 

CIA FÍSICO DE TEATRO.

FA CLUBE.jpg

A peça FÃ-CLUBE propõe uma investigação a partir da metáfora da coisificação do indivíduo, do paradoxo amoroso de se querer possuir um “Outro” e da consequente impossibilidade que temos em reconhecer o que em nós é de fato real. A obsessão de dois homens por uma atriz desconhecida leva a trama a um estranho elo permeado por suspense e por desejos que tencionam a relação no triângulo amoroso.

FICHA TÉCNICA FÃ-CLUBE

 

Direção artística 

RENATO LIVERA

Dramaturgia 

KELI FREITAS

Orientação artística 

ANA KFOURI

Atuação e argumento dramatúrgico

CAMILA GAMA, IGOR ANGELKORTE e RENATO LIVERA  

Direção de movimento

LAVINIA BIZZOTTO

Assistência de direção

 HÉLIO FROES

 Iluminação

RENATO MACHADO  

Cenário ANDRÉ SANCHE

Figurino

BRUNO PERLATTO

Trilha Sonora original

JAMBA

Direção de produção

CAMILA GAMA

Realização

CIA FÍSICO DE TEATRO.

 

 

 

 

 

TEMPORADA DE VERAO.jpg

 

Três mulheres, interpretadas por Adassa Martins, Camila Gama e Letícia Cannavale,  assumem o palco para uma inusitada entrevista num país desconhecido. A dificuldade de comunicação e as tentativas de estabelecer um diálogo transforma o espetáculo num jogo dramático que levanta importantes temáticas como o preconceito, a inveja, a dificuldade de se comunicar e a evolução do homem ao longo dos tempos.

 

Construído em processo autoral, sob a direção geral de Renato Livera, o espetáculo “Temporada de Verão” reforça o trabalho voltado para a coletividade no teatro, explorando de forma lúdica e lúcida conceitos  sufocados pela moral, por tabus, tirando o espectador do lugar de simples observador para um participante mais integrado.

 

FICHA TÉCNICA TEMPORADA DE VERÃO

 

Direção

RENATO LIVERA

Texto

SANDRO PAMPONET e JÔ BILAC

Atrizes

ADASSA MARTINS, CAMILA GAMA e LETÍCIA CANNAVALE

Iluminação

RENATO MACHADO

Cenografia

ANDRÉ SANCHES

Figurino BRUNO PERLATTO

Consultoria

BRUNO NETTO DOS REYS

Trilha sonora e mixagem

RENATO LIVERA

Programação visual

FABI VILLA

Direção de Produção

CAMILA GAMA

Produção Executiva

RAFAEL MOSÉ.